Como organizar as roupas do bebê

Por aqui, já expliquei como fazer as dobras de roupas. No post de hoje vamos organizar as roupas do bebê.

Vamos começar ?

1 – A limpeza
A limpeza é um processo essencial na organização, as gavetas e armários pegam muito pó e essa sujeira acaba danificando as roupas. Principalmente aquelas que usamos com menor frequência.
Por isso, antes de guardar as roupas dobradas, limpe a superfície, com sabão de coco ou detergente neutro (apenas uma gota!), seque bem o local e somente depois de seco guarde as peças. A umidade atrai mofo e traças e não queremos isso, certo?
Essa limpeza, exige manutenção. Então, estabeleça uma rotina para periodicamente limpar as gavetas e armários. Por exemplo, você pode fazê-la sempre que for separar as roupas que não servem mais, ou precisam de algum reparo.
2 – Organização
As opções de organização são infinitas, e tudo depende do espaço que você tem. Listei as mais utilizadas abaixo:

  • Empilhadas:

Empilhe as peças por categorias, por exemplo, uma pilha de bodies de manga curta, outra de bodies de manga comprida, e assim por diante. Apenas, fiquem atentas para não empilhar muitas peças, porque não fica prático e na hora de tirar uma peça de roupa e cai tudo da pilha.

  • Rolinhos

No vídeo mostrei como fazer rolinhos, e eles são bem práticos tanto em espaço como em visualização da quantidade de peças disponíveis. É minha escolha preferida para peças que não ficam bem dobradas, de tecido mais mole sabe?

  • Escadinha ou Cascata

Esse sem dúvida é meu preferido, você consegue visualizar muito bem todas as peças, principalmente as estampas. E ganha muito espaço! Recomendo.

  • Cabides

Nos cabides, devemos guardar: os casacos, as blusas que não podem ser dobradas, vestidos e saias.
Para visualizarem melhor, organizei as peças da minha filha com várias possibilidades para que possam escolher qual se adequa ao espaço de vocês.

IMG_0229 edit

3 – Que perfume usar nas gavetas e armários?
O ideal é não perfumar esses ambientes, somente usar bolinhas de cedro para controlar a umidade do local e elas já são cheirosas. Principalmente os bebês costumam ter alergia de cheiros fortes, então, evitem a menos que tenham certeza que eles não são alérgicos. Não usem sabonete ou borrifem perfume em guarda roupas e gavetas, a umidade de ambos atraem traças, deixam mau cheiro e mancham as roupas. Ah, o armário deve ter cheiro somente de roupa limpa e não de produtos que passamos nele. Se preferirem ervas, optem por lavanda! Estou fazendo um teste aqui em casa, que se der certo compartilho com vocês ok?
É isso meninas, lembrem de adaptar a organização a realidade do espaço e da rotina de vocês. Façam um pouco por vez, e tenho certeza que conseguirão os resultados que esperam. E no que puder ajudar no processo, contem comigo! Escrevam aqui nos comentários as impressões de vocês ao colocarem as dicas em prática.

Com carinho,

Tati Melo